Conheça 10 propriedades medicinais da LAVANDA, também conhecida como ALFAZEMA

A lavanda, também conhecida como alfazema, é uma planta historicamente relacionada com a limpeza, possuindo um cheiro doce muito aproveitado em sabonetes e amaciantes de roupa. Além dessas tradicionais aplicações, a lavanda rende um excelente chá que traz diversos benefícios à saúde, aumentando o apetite e combatendo enxaquecas, por exemplo.

Neste artigo, traremos maiores detalhes a respeito dessa planta tão benéfica. Para começar, vamos entender o que é a lavanda!

Um pouco sobre a lavanda

Flor de lavandaA lavanda é uma árvore de pequeno porte (arbusto) originalmente encontrada em países da África setentrional e Europa e Ásia meridionais. Comum na península itálica, foi bastante utilizada na Roma antiga em casas de banho. Desde aquela época, a planta é considerada sinônimo de higiene e asseio. Inclusive, a palavra lavanda vem do latim lavare, que significa “lavar”. O vocábulo, etimologicamente, faz referência a “coisas a serem lavadas”. É daí também que surge a palavra “lavanderia”.

Essa planta, da família Lamiaceae, a mesma família da hortelã, é também bastante utilizada na ornamentação de jardins e espaços públicos, como praças.

Os benefícios da lavanda para a saúde

1- Aumenta o apetite
A alfazema é uma grande aliada contra a falta de apetite, seja ela provocada pelos maus hábitos alimentares ou por alguma condição crônica. Para resolver esse problema, recomenda-se a ingestão do chá das folhas de lavanda (15 g para cada litro de água) três vezes por dia.

2- É eficaz contra a asma
O uso do óleo essencial de lavanda é bastante recomendado para pessoas que sofrem com crises de asma. Estudos japoneses comprovaram que a planta possui propriedades anti-inflamatórias que controlam a asma, que nada mais é do que uma inflamação alérgica. A inalação diária do óleo de alfazema é também eficaz contra rinite, sinusite e bronquite.

3- Alivia a tosse
A inalação do óleo essencial de lavanda também contribui para o alívio da tosse, além de ser eficaz contra dores de garganta. Recomenda-se também, nesses casos, o consumo do chá das folhas de alfazema 4 vezes por dia.

4- É bastante recomendada para hipocondríacos
Por seus efeitos calmantes, pode minimizar as perturbações psicológicas que levam à hipocondria. Para esses casos, recomenda-se o preparo de um chá usando a planta inteira, com 20 g de lavanda para cada litro de água.

5- É eficaz contra problemas hepáticos
A lavanda auxilia no tratamento de problemas no fígado, desintoxicando o órgão à medida em que ocorre a oxidação dos ácidos graxos.

6- Alivia a dor no nervo ciático
A lavanda pode aliviar a dor ciática da seguinte forma: cozinhe as folhas de alfazema no vapor e então aplique uma cataplasma na região dolorida durante cerca de 20 minutos. Não demora muito para que a dor alivie.

7- Alivia dores de cabeça e enxaquecas
A técnica para aliviar dores de cabeça é a seguinte: massageia-se a testa e as têmporas com óleo essencial de lavanda por alguns minutos. Sem maiores mistérios, a dor de cabeça e o estresse vão embora.

8- É eficaz contra doenças do baço
A lavanda também é recomendada para tratamento de doenças do baço. Para esses casos, recomenda-se a ingestão do chá das folhas 2 vezes ao dia.

9- Ajuda na prevenção de apoplexia
A apoplexia é mais conhecida como AVC (Acidente Vascular Cerebral) e pode ser prevenida pelo consumo do chá das folhas e flores de lavanda. Recomenda-se a ingestão de 4 xícaras por dia.

10- Elimina as cãibras
A planta também previne as dolorosas contrações musculares que costumam ocorrer nas panturrilhas. Para isso, recomenda-se a ingestão de 3 xícaras do chá das folhas de lavanda por dia.

Efeitos colaterais e contraindicações

Algumas pessoas podem ter reações alérgicas à planta, apesar de ser bastante incomum. Ao contrário de muitas plantas medicinais, a lavanda pode ser consumida sem problemas por gestantes.

Como preparar chá de lavanda

Para preparar o chá de lavanda, será necessário:

  • 4 colheres (chá) de lavanda fresca;
  • 500 ml de água.

Basta colocar a alfazema no recipiente desejado e então despejar a água quente. A infusão deve durar pelo menos 5 minutos. E está pronto!

Existem também variações do chá de lavanda, as quais consistem no acréscimo de mel, para obtenção do chá doce, camomila, para potencializar o efeito calmante, ou pêssego, que deixa o chá ainda mais gostoso. O chá pode ser saboreado quente ou gelado, a depender do gosto de quem irá bebê-lo.

A lavanda, bastante associada à ideia de limpeza e conforto, é também uma planta que oferece diversos benefícios à saúde, seja como óleo essencial ou chá. Suas propriedades medicinais ainda são pouco divulgadas, apesar de serem bastante amplas. A planta é recomendada para prevenção de várias condições clínicas, desde simples dores de cabeça até AVCs.
Se você gostou deste artigo, por favor curta nossa página no Facebook e compartilhe com seus amigos e familiares. Não esqueça de deixar seu comentário!

Deixe um comentário