Farinha de maracujá: uma ótima aliada do emagrecimento saudável

Farinha de maracujáO maracujá é uma referência quando o assunto é combater a insônia e o estresse, devido ao seu já conhecido efeito calmante. O que ainda não é muito conhecido é o benefício que se pode extrair da fruta através de uma parte que normalmente é descartada: a sua casca. A farinha de maracujá, obtida a partir do processamento da casca da fruta, oferece grandes benefícios à saúde além de contribuir de forma natural para a perda de peso.

Neste artigo você vai descobrir como é fácil e rápido preparar a farinha de maracujá, quais benefícios ela traz à sua saúde, como introduzi-la na sua alimentação e porque ela ajuda a emagrecer. Continue conosco e conheça todos os nutrientes que ela contém a seguir.

A farinha de maracujá e seus nutrientes

A farinha de maracujá é rica em nutrientes, sendo o principal deles as fibras, encontradas em grande quantidade na sua casca. Fazendo uma comparação entre o suco e a casca da fruta, considerando uma porção de 100 gramas, enquanto no primeiro encontramos 0,51 gramas de fibras, na casca a quantidade é 10 vezes maior: 5,2 gramas. Outro nutriente que está presente em dobro na casca em relação ao suco é o potássio: 0,58 miligramas contra 0,26 miligramas.

Além disso, a farinha de maracujá ainda contém vitamina B3, vitamina C, ferro, cálcio e fósforo. Em uma porção de 30 gramas da farinha, estão presentes:

  • 6,33 gramas de carboidratos
  • 1,8 gramas de proteínas
  • 0,63 gramas de gorduras
  • 18,6 gramas de fibras – isso corresponde a 74% da quantidade recomendada por dia

São justamente as fibras presentes em sua composição que trazem a maior parte dos benefícios, que você vai conhecer abaixo.

Benefícios da farinha de maracujá

Como dito anteriormente, são as fibras presentes na casca do maracujá as grandes responsáveis pelos benefícios que a farinha de maracujá traz a saúde. E a protagonista aqui é a pectina, uma fibra insolúvel que tem por principal característica a de se transformar em um gel no estômago. Dentre os efeitos positivos que ela causa no organismo, temos:

  • Prevenir diabetes

Quando nosso corpo recebe uma grande quantidade de glicose, a resposta natural do organismo é produzir mais insulina – hormônio responsável por fazer com que o açúcar que está no sangue vá para dentro das células. O que ocorre é que conforme há um aumento na produção de insulina, há também uma perda de sensibilidade por parte dos órgãos e tecidos do corpo, fazendo com que o organismo seja obrigado a produzir ainda mais insulina. Perceba então que há um ciclo vicioso: produção de insulina em grande quantidade gera perda de sensibilidade que gera a produção de mais insulina.

Isso se chama resistência à insulina e é o que vai causar a diabetes do tipo 2. A pectina tem a função de reter líquidos e fazer com a que a absorção de nutrientes pelo nosso organismo seja mais lenta, estando a glicose entre esses nutrientes. Glicose sendo absorvida de forma mais lenta, menor quantidade de insulina a ser produzida – a farinha de maracujá evita os picos de glicose no sangue, impedindo que ocorra a resistência a insulina e consequentemente a diabetes do tipo 2.

  • Reduzir o colesterol

Mais um ponto para a pectina: o gel formado por ela não é digerido pelo estômago, sendo eliminado ao fim do processo de digestão. Acontece que esse gel funciona como um bloqueador de gordura, se ligando a ela e impedindo que seja absorvida pelo organismo. Sabendo que o colesterol ruim (LDL) é um tipo de gordura, a farinha de maracujá contribui para tornar mais fácil a sua eliminação.

  • Regular o intestino

Para garantir que o intestino funcione de forma correta, o recomendado é que haja um consumo diário de 25 gramas de fibras. Duas colheres de sopa de farinha de maracujá já fornecem isso. Por sua característica de não ser digerida no estômago, a pectina chega ao intestino e sofre fermentação, o que contribui para a flora intestinal. Isso facilita a digestão e garante que seu intestino funcione regularmente, ajuda a eliminar as toxinas do organismo e diminui aquela sensação de inchaço.

Além desses benefícios, o consumo da farinha de maracujá contribui para a perda de peso, saiba o porquê.

Farinha de maracujá ajuda a emagrecer

Todos os benefícios já relatados até aqui são fatores que auxiliam no emagrecimento. Mas a farinha de maracujá tem ainda um fator a mais: promove a sensação de saciedade. Isso se deve também ao gel não digerível formado pela pectina e sua capacidade de reter líquidos e retardar a absorção de nutrientes. O efeito que ele provoca é de inibir o apetite, pois faz com que seu organismo entenda que já comeu o suficiente.

Esse efeito foi comprovado através de um estudo que submeteu algumas mulheres ao consumo de farinha de maracujá por 70 dias. Ao final do período, todas apresentaram uma perda de peso considerável, chegando uma delas a marca de 8kg eliminados.

Como preparar a farinha de maracujá

O preparo da farinha de maracujá em casa não tem dificuldade alguma e permite que você tenha certeza da qualidade do produto. Confira a seguir:

  • Separe de 4 a 6 maracujás
  • Retire a polpa das frutas
  • Faça uma boa higienização das cascas
  • Corte em tiras e leve ao forno médio por aproximadamente 30 minutos
  • Retire do forno quando as cascas estiverem secas e quebradiças
  • Bata no liquidificador até obter uma farinha
  • Armazene em um recipiente fechado

Como inserir a farinha de maracujá na alimentação

Você pode consumir em até 3 meses e as possibilidades de consumo são variadas: uma colher de sopa dissolvida em um copo de água antes das refeições, polvilhada sobre frutas, misturada ao iogurte, sucos e vitaminas, são excelentes formas de acrescentar a farinha de maracujá à sua alimentação. Lembrando que a quantidade máxima recomendada é de 30 gramas.

O consumo da farinha de maracujá pode contribuir positivamente para a sua saúde e para que você se mantenha em forma. Aliada a uma alimentação balanceada e a prática regular de exercícios, os resultados serão garantidos. Se você gostou de todas essas informações, deixe seu comentário e compartilhe com seus amigos e familiares. A saúde do seu corpo agradece!

Deixe um comentário