Índice glicêmico – O que é e para que serve?

índice glicêmico

Imagem do site: dietaemagrece.com.br

O índice glicêmico é uma condição usada para diferenciar certos tipos de alimentos e depende da quantidade de moléculas de glicose que se encontram em cada alimento que podemos ingerir, sendo assim, há a possibilidade de saber se vai haver glicemia a partir dessa relação, pois a glicemia é o que mostra a quantidade de açúcar que se encontra circulando no nosso sangue.

Os carboidratos são o causador do efeito que irá trazer essas informações, pois quando os carboidratos se inserem na corrente sanguínea, e cada um faz isso em velocidades diferentes um dos outros, a velocidade é calculada. Dessa forma, quando o carboidrato entra na corrente sanguínea muito rápido, ele causa um efeito muito grande no pâncreas que libera insulina em maiores quantidades e isso acontece por que nosso organismo faz a tentativa de equilibrar os níveis de açúcar no corpo.

O IG (Índice Glicêmico) como também é conhecido, tem uma escala que mostra a quantidade em porcentagem e se dar ao ingerir um pão branco como uma refeição comum e entendendo que o IG seja de 100, essa mesma forma de avaliação e numeração é feita por algumas pessoas para a glicose, pois é um elemento que tem um IG elevadíssimo.

Para que serve o índice glicêmico?

O índice glicêmico vai servir para indicar a quantidade de açúcar que um alimento tem e pode passar para o nosso corpo quando o ingerirmos.

Para isso, é visto uma relação simples, os alimentos que alteram de forma mínima a resposta de insulina na corrente sanguínea do nosso corpo receberão a classificação de baixo valor glicêmico, já os que alteram de forma mais acentuada irão ser classificados como de alto valor glicêmico.

Quais as vantagens e desvantagens?

A importância de saber o índice glicêmico dos alimentos que você irá ingerir diariamente, é que você poderá evitar o consumo de alimentos com alto teor glicêmico, que consequentemente irá evitar a glicemia.

Quem tem uma alimentação baseada em alimentos com baixo índice glicêmico tem muitos benefícios, pois a dieta de baixo índice glicêmico pode fazer seu corpo sentir menos fome e ajudar na perca de peso, além de que seu apetite será melhor controlado já que os níveis de açúcar ficarão em ordem.

Há também outra vantagem, pois como sua resistência à insulina fica menor, as chances de você sofrer com alguns tipos de diabetes são reduzidas.  

Os alimentos que são considerados com baixo IG devem ter uma porcentagem de 55 para baixo. Os alimentos que estão na média são os alimentos que têm entre 56 a 69 de IG. Já os alimentos que tem um IG de 70 para cima são alimentos com alto teor de IG.

Para que você possa ter uma percepção melhor do que estamos falando, vamos ver os alimentos com baixo índice glicêmico e os alimentos com alto índice glicêmico.

Alimentos com baixo IG.

• Iogurte com pouco açúcar.
• Feijão manteiga.
• Leite desnatado.
• Maçã.
• Pera.
• Sopa de tomate.
• Feijão de soja.
• Amendoim.

Alimentos com Médio teor de IG.

• Espaguete.
• Suco de maçã.
• Laranja.
• Ervilha.
• Arroz parboilizado.
• Feijão cozinhado.

Alimentos com alto IG.

• Inhame.
• Suco de laranja.
• Batata doce.
• Kiwi.
• Pipoca.
• Aveia.
• Manga.
• Banana.

Esses são alguns alimentos em cada categoria, pois a lista é gigante e pode ser especificamente pesquisadas na internet.

Cardápio de uma dieta de baixo IG.

A dieta do índice glicêmico é feita de acordo com os tipos de alimentos classificados pela sua forma de digestão no corpo.

Você já sabe que o IG usa um sistema de porcentagem até 100, assim os alimentos com baixo IG são os que deverão ser consumidos, vamos ao cardápio!

No café da manhã:

Aveia ou granola sem açúcar são duas boas opções para um café da manhã e pode ser ainda adicionado um copo de leite desnatado com baixo IG.

Lembre-se também de ter sempre frutas frescas em suas refeições.

No almoço e também na janta:

As carnes magras serão a parte rica em proteína que você irá ingerir, como por exemplo, peite de frango e peixe grelhado.

Na sobremesa:

Na hora da sobremesa troque o sorvete por um iogurte e combine com frutas frescas, o resultado será saudável e saboroso.

Se durante os intervalos nas refeições você se sentir com fome, apele para os amendoins e nozes, fora estará ganhando mais proteínas e ficando mais forte.

O que você entendeu sobre Índice glicêmico?

Então chegamos ao fim deste post onde você aprendeu sobre a importância do IG, quais os benefícios e malefícios e ainda ficou sabendo como se alimentar com uma dieta com índice baixo de IG.

Se você tiver experiência sobre o assunto, comente e fale quais os resultados que você obteve. Você também pode curtir e compartilhar este post para ajudar outras pessoas a terem acesso a essas informações.

Deixe um comentário