Tanchagem: conheça 6 dos seus benefícios para a saúde e mais!

A tanchagem é um tipo de erva daninha de nome científico Plantago major. Essa planta se originou na Europa e partes temperadas da Ásia, mas hoje é encontrada em todo o mundo. As folhas de tanchagem possuem uma rica história de uso medicinal (oral e tópico), particularmente para o tratamento de doenças da pele.
Tanchagem

Pés de tanchagem – Plantago major

É vendida como suplemento para uma variedade de propósitos de promoção da saúde. Por isso, neste post reunimos os principais benefícios que a tanchagem pode trazer ao seu organismo. Continue a leitura e confira!

Algumas informações sobre a tanchagem

Como já dissemos, a tanchagem é uma planta europeia, portanto, chegou aqui no Brasil junto com os exploradores que vieram daquele continente. Seu nome popular pode variar de acordo com a região, ou até mesmo o país. Alguns dos nomes pelos quais ela é conhecida aqui são: transagem, orelha-de-veado, sete nervos e tanchá.

Em alguns países da Europa ela é conhecida como pé de homem branco, na França como plantain majeur, na Suécia como groblad, como wegerich no idioma alemão, græðisúra no islandês e piharatamo no finlandês.

Características da Tanchagem

É uma planta perene de crescimento baixo que pertencente a uma família vegetal chamada Plantaginaceae. Suas folhas ovais ou em forma de coração são dispostas em uma roseta, e possuem entre três a nove nervuras — daí o nome de sete nervos.

A tanchagem é uma erva que dá flores e elas nascem em volta de um pendão, que ultrapassa bastante a altura das folhas. Quando essas flores secam é hora das sementes entrarem em ação: elas são pegajosas e grudam facilmente em animais, ou mesmo em pessoas, que as dispersam pelo ambiente.

Agora que você já conhece um pouco sobre as características da tanchagem, vamos aos benefícios!

1. Benefícios nutricionais

A tanchagem contém fibras, potássio, cálcio, magnésio, sódio, fósforo, zinco e cobre, bem como vitaminas A, C e vitamina K. É também uma fonte rica de inúmeros fitoquímicos, incluindo alantoína, glicosídeos, fenóis, ácido salicílico e taninos.

Os fitoquímicos são compostos antioxidantes encontrados naturalmente em plantas, que previnem danos ao organismo induzidos por radicais e, assim, ajudam a prevenir e tratar doenças.

O International College of Herbal Medicineuma instituição superior da Nova Zelândia, especializada no estudo de plantas medicinaisafirma que a folha de tanchagem tem propriedades anti-inflamatórias, analgésicas, antibióticas e estimulantes imunológicas.

2. Trata de feridas ou danos à pele

Um dos usos mais comumente conhecidos da tanchagem é na aplicação externa. Pode ser passada sobre arranhões, hematomas, picadas de insetos, pequenas erupções cutâneas e queimaduras solares.

Suas folhas também podem ajudar a acalmar a inflamação de outras condições da pele, como eczema e psoríase. A própria folha pode ser aplicada como uma cataplasma — polpa ou pó, misturada a farinha — na área afetada. Ou, ela pode ser esmagada e combinada com óleo de coco para cobrir áreas maiores.

A tanchagem possui a capacidade de combater algumas bactérias (propriedades antimicrobianas) e isso é o que ajudar a proteger a ferida da infecção.

3. Trata o hálito

O chá das folhas de tanchagem também pode ser usado como um enxaguante bucal, tanto para acalmar cortes pequenos quanto para matar as bactérias da boca. Esse uso também se deve às suas propriedades antibacterianas. Assim o bochecho com seu chá, após a escovação, auxilia a manter seu hálito fresco.

4. Ajuda na digestão

As folhas dessa planta são usadas há gerações para aliviar o desconforto digestivo, como constipação, diarreia, síndrome do intestino irritável, indigestão e até mesmo azia. Tanto as folhas jovens como as mais velhas podem ser usadas no chá para esse fim.

As folhas mais velhas têm um sabor mais amargo e picante, no entanto, adicione um pouco de mel para melhorar sua palatabilidade.

5. Apoia a saúde do sistema imunológico, olhos e ossos

As folhas de tanchagem são ricas em vitamina C, o que é crucial para apoiar a saúde do sistema imunológico e manter resfriados sazonais e gripe à distância. A vitamina C também dá suporte a pele aos cabelos, além de ajudar a combater o envelhecimento no precoce.

Suas folhas também contêm grandes quantidades de vitamina A, que auxilia a saúde ocular, incluindo a prevenção da degeneração macular relacionada à idade, a qual pode levar à cegueira.

Essa erva é uma boa fonte de cálcio, que é fundamental para manter os ossos fortes e ajudar a prevenir a osteoporose. Para aproveitar esses benefícios nutricionais da tanchagem, sirva as folhas jovens nas saladas. Você também pode optar por salteá-las ou vaporizá-las, sozinhas ou com outros vegetais.

6. Alivia a irritação das vias respiratórias superiores

O vapor do chá de tanchagem, ou de suas folhas em infusão, pode ser utilizados para ajudar a dissolver o muco e aliviar a inflamação da tosse e infecções respiratórias superiores.

Na Alemanha, estas folhas são um remédio aprovado para aliviar as mucosas nasais e inflamadas.

Partes da tanchagem que podem ser utilizadas

As partes aéreas da planta é que são utilizadas como ervas medicinais. Elas são colhidas durante toda a época de floração e usadas frescas ou secas. A partir das folhas frescas pode se obter um suco ou extrato. Suas sementes também são aproveitadas, principalmente como laxante e podem ser consumidas como alimento.

Potenciais efeitos colaterais da tanchagem

A tanchagem é considerada uma erva muito segura para o uso medicinal, tanto externa como internamente. Até que pesquisas confirmem que ela não seja prejudicial de forma alguma, recomenda-se que as mulheres grávidas e amamentando evitem utilizá-la.

E você, já conhecia a tanchagem? Gostou do post? Então compartilhe-o em suas redes sociais. E, se tiver alguma informação a acrescentar, deixe-a nos comentários para trocarmos informações sobre os benefícios dessa planta!

Deixe um comentário