Conheça 7 dos incríveis benefícios da graviola

graviolaA graviola é uma planta caribenha que pode também ser encontrada no Brasil tropical. Suas frutas verdes de formato ovalado, facilmente confundíveis com frutas do conde, proporcionam diversos benefícios à saúde, assim como o chá de suas folhas, que promete dar conta de problemas como o câncer. Neste artigo, abordaremos com mais detalhes os benefícios trazidos por essa planta. Para começar, vamos conhecer melhor a graviola.

Um pouco sobre a graviola

A árvore Annona muricata tem cerca de 5 metros de altura e é originária da América Central insular, isto é, das ilhas do Caribe. Ela possui grandes flores amarelo-esverdeadas e frutos de sabor agridoce, comumente descrito como uma junção da acidez do abacaxi com a cremosidade da banana.

Também conhecida como jaca de pobre ou jaca do Pará, a fruta da gravioleira é relativamente grande, podendo pesar até 8 quilos. Com formato de coração, a fruta é coberta por espinhas e, em seu interior, apresenta uma polpa branca e grandes sementes escuras.

O chá das folhas da planta é tradicionalmente utilizado no Peru, na região da cordilheira dos Andes, para tratamento de casos de catarro excessivo. Também há a fabricação de óleo virgem da planta, o qual, devido às suas inúmeras propriedades medicinais, é aplicado no tratamento de várias condições, tais como hipertensão arterial, asma e insônia.

Os benefícios da graviola para a saúde

A planta traz diversos benefícios para a saúde. Os principais são:

  1. A graviola previne o desenvolvimento da osteoporose: 

    Como você pode ver na tabela nutricional do próximo tópico, a planta possui minerais importantes para o fortalecimento dos ossos: o cálcio e o fósforo. Dessa forma, ela contribui para a prevenção da osteoporose.

  2. As folhas da planta ajudam a combater a insônia: 

    A planta possui uma substância que ajuda a combater a insônia, promovendo o relaxamento: o triptofano. O triptofano é um aminoácido que só pode ser obtido através dos alimentos, não sendo produzido pelo organismo.

  3. Auxilia na hidratação do corpo: 

    Como mais de 80% da fruta é água, ela ajuda a manter o corpo hidratado.

  4. A graviola previne o câncer: 

    O extrato de graviola ajuda na prevenção do câncer à medida em que impede que tumores se espalhem. Isso é possível graças à diminuição da concentração de receptores de crescimento epidérmico nos órgãos.

  5. A fruta pode ajudar a emagrecer: 

    A fruta da gravioleira pode ajudar no emagrecimento, visto que acelera o metabolismo, aumentando a queima calórica e, consequentemente, eliminando as gordurinhas.

  6. Óleo de graviola é eficaz no tratamento da pressão alta: 

    O óleo virgem de graviola é naturalmente hipotensor, sendo, portanto, eficaz no tratamento da hipertensão arterial.

  7. A fruta combate os radicais livres: 

    A fruta atrasa os sinais da idade ao combater os radicais livres. Isso porque ela é rica em vitamina C, fornecendo, em uma porção de 100 g, mais de 20% do valor diário recomendado da vitamina.

Tabela nutricional da graviola

Cerca de 82% da fruta é água. Por esse motivo, ela possui pouquíssimas calorias: 100 g de graviola correspondem a apenas 62 kcal. Quanto aos nutrientes, os números são os listados abaixo. Os valores diários (VD) são relativos ao consumo de 100 g da fruta por uma pessoa adulta numa dieta de 2.000 kcal diárias.

Nutriente % na fruta % do VD
Proteínas  0,8% 1,6%
Carboidratos 15,8% 5,2%
Sódio 0,004% 0,2%
Cálcio 0,04% 3%
Ferro 0,0002% 1,1%
Potássio 0,25% 5,3%
Fósforo 0,019% 1,5%
Vitamina B6  0,002% 100%
Vitamina C 0,02% 21,2%

A graviola pode ser utilizada no tratamento do câncer?

Muitos estudos têm sido realizados para comprovar a eficácia da graviola no tratamento do câncer. Embora ainda não se tenha chegado a uma conclusão definitiva, tem-se obtido resultados positivos.

Todos sabemos que a quimioterapia possui diversos efeitos adversos. Isso porque, ao mesmo tempo em que ela ataca as células cancerosas, ela danifica também as células saudáveis. O extrato de graviola, porém, de acordo com testes realizados em laboratório, teria a capacidade de atacar as células afetadas pelo tumor sem agredir as células saudáveis, evitando muitos dos sofrimentos do tratamento quimioterápico.

Em 1976, o Instituto Nacional do Câncer dos Estados Unidos publicou um estudo que comprovava uma eficácia 10 mil vezes superior da graviola sobre a Adriamicina no combate às células cancerosas. Adriamicina é o nome comercial para o fármaco doxorrubicina, o qual é um antibiótico bastante utilizado no tratamento do câncer.

A descoberta, bastante interessante, apenas impulsionou os estudos acerca das propriedades da graviola. Se é realmente eficaz ou não, não sabemos, mas há que se dizer que chá de graviola é algo bem mais acessível que outros tratamentos não comprovados que circulam pela mídia, como a fosfoetanolamina. Apesar disso, antes de começar qualquer tratamento alternativo, consulte seu médico!

Efeitos colaterais e contraindicações da graviola

Apesar dos inúmeros benefícios à saúde, a graviola apresenta também alguns efeitos colaterais para os quais devemos atentar. Dentre eles, citamos:

  1. A graviola pode levar ao desenvolvimento do mal de Parkinson;
  2. A fruta tem efeitos alucinógenos;
  3. O consumo excessivo pode gerar náuseas e vômitos;
  4. A graviola possui uma substância extremamente tóxica em sua casca: o ácido cianídrico, substância utilizada nas câmaras de gás nazistas.

Além desses possíveis efeitos colaterais, a graviola é contraindicada para gestantes, pois, ao gerar contrações precoces das paredes uterinas, pode levar ao aborto.

Como preparar chá de graviola

Você precisará de:

  1. 1 L de água;
  2. 15 folhas de graviola;
  3. Um pedaço do talo da graviola.

Para preparar, basta ferver talo e folhas na água quente por aproximadamente meia hora. Por fim, a água é coada e o chá já pode ser servido!

A graviola é, portanto, uma planta que traz múltiplos benefícios para a saúde, apesar de também apresentar alguns efeitos adversos. Ainda estão sendo realizados estudos para comprovar a eficácia da planta no combate ao câncer, mas os resultados são promissores. Seu consumo é bastante recomendado para todos aqueles que desejem usufruir de uma melhor qualidade de vida.

Se você gostou deste artigo, por favor curta nossa página no Facebook, compartilhe com seus amigos e familiares e deixe seu comentário!